17 momentos em 2017

11:00

   2017 revelou-se um dos anos mais desafiantes de que me recordo. Fazer o balanço e a retrospetiva do que vivi nos últimos meses deixa-me nostálgica porque, independentemente de se tratarem de coisas boas ou menos boas, agora são apenas memórias. Parece uma visão fatalista, mas não o é, acreditem. Sei que o presente é a melhor forma de criar novos momentos e é no futuro que estão os próximos bons momentos, mas não posso deixar de recordar com carinho as coisas boas que me têm acontecido. 
   Consegui compilar, numa lista de 17 aspetos, compras, viagens, conquistas e pequenos momentos que, por algum motivo, me marcaram positivamente. Poderia trazer-vos mais coisas, mas decidi restringir-me ao dezassete, o número com que vos irei brindar também nos próximos posts. Vamos, agora, conhecer os 17 momentos do meu ano!


1. Ter a minha Canon 700D
   Há muito, muito tempo que queria fazer um upgrade à minha pequenina máquina fotográfica. Felizmente, mal pude, não desperdicei a oportunidade. Fotografar ganhou outra cor, outro encanto, e agora sinto-me completamente satisfeita com o resultado das minhas fotos. Aliado a isso, consegui melhorar a qualidade das fotografias do blog e pude trabalhar um bocadinho mais no meu olhar fotográfico (que quero desenvolver muito mais, como é óbvio). É uma felicidade bem materialista da minha parte, mas não deixa de ser um marco que me deixa radiante.

2. Visitar as ruínas do Hotel Águas Radium
   Já falei disto no blog várias vezes, mas o local merece o destaque. Adoro ruínas, adoro edifícios imponentes, e adoro ainda mais quando ambas as coisas se encontram num só local. Não imagino a quantidade de histórias escondidas nos escombros que ainda lá se encontram, mas é fantástico respirar a energia daquele local. Podem ver mais fotos, aqui.

3. Primeiro aniversário do blog
   Para quem veio parar à blogosfera por mero acaso, ter feito um ano por estas bandas foi uma sensação fantástica. Não duvidei que consegui estar por cá tanto tempo, mas não tinha a certeza de que gostaria tanto da blogosfera e que iria criar aqui ligações tão importantes que me iriam querer fazer continuar. A celebração teve direito a um bolo bem calórico, a balões e a velas, como um verdadeiro aniversário! Agora, quando olho para o futuro e vejo que estamos a caminho do segundo aniversário, fico ainda mais entusiasmada com o meu cantinho.

4. Primeira vez que comi sushi
   "Será que é bom? Será que vou gostar?" eram as perguntas que mais me ocorriam quando pensava em experimentar sushi. A sensação inicial foi do mais estranho possível: a textura e os paladares são estranhos, sim, mas formam uma conjugação deliciosa. Ainda não repeti muitas vezes esta experiência, infelizmente, pelo que ainda não sou uma profissional na arte de conhecer todas as iguarias, mas posso afirmar que todas as que conheço são maravilhosas. A verdade? Primeiro estranha-se, depois entranha-se!

5. Voltei ao teatro
   Nunca fui muito voltada para ver peças de teatro, e talvez isso não seja um ponto positivo da minha rotina cultural. Por isso, ter ido ao teatro foi emocionante. A expectativa acerca da peça, o apagar das luzes e o surgimento das primeiras personagens são momentos encantadores. Depois, o desenrolar da história e a curiosidade acerca da próxima cena. A juntar a estes ingredientes, a peça decorreu num local emblemático e cheio de história, onde até um candeeiro é mais instagrammable do que nós mesmas. Quero muito ter mais oportunidades de regressar ao teatro em 2018.

6. Distribuí abraços na minha cidade
   Para celebrar o Dia da Felicidade, eu e os restantes membros da Junior Empresa da qual faço parte, dirigimo-nos rumo ao centro da cidade e distribuímos abraços a pequenos e graúdos. Foi tão peculiar ver a curiosidade na cara das pessoas acerca da razão que nos levava a fazê-lo e, após explicarmos o porquê de as querermos abraçar, o sorriso de carinho por nós. Era visível este misto de emoções em muitas pessoas e, depois, a forma como nos abraçavam dizia tudo. Foi uma iniciativa muito bonita, da qual também já tinha falado no blog, neste post.

7. Participei no X HFC
   Esta é uma iniciativa desenvolvida pelos estudantes de medicina da minha universidade, na qual, durante uma semana, as crianças vão à faculdade de medicina contactar com material médico e com os futuros doutores. Para além de, por si só, isto ser maravilhoso, neste ano criou-se uma parceria com a Junior Empresa onde faço voluntariado e, assim, em conjunto, também nós (mesmo não sendo de medicina) pudemos participar neste projeto tão emblemático. Dinamizámos uma atividade para os utentes da APPACDM e foi mágico. No final do dia, todos nós ríamos e chorávamos de emoção com o que tínhamos feito e com a alegria que tínhamos proporcionado aos outros, mas nada ultrapassava a alegria que nós próprios sentíamos por fazermos o bem.

8. Fui pela primeira vez à Expocosmética
   Primeiro ano de blog, como falámos acima, e primeiro evento enquanto blogger! Já tinha estado antes na In Beauty, mas desta vez a credencial não deixava espaço para dúvidas: eu estava lá enquanto blogger. A diferença de ir enquanto visitante ou enquanto blogger é exponencial na forma como as marcas nos contactam. Os produtos são expostos e apresentados e o facto de falarem realmente connosco permite-nos saber quem está do outro lado quando o contacto é feito virtualmente, o que me permitiu uma maior proximidade com as marcas com quem trabalho. Além disso, permitiu-me uma visita ao Porto (que não visitava há anos)!

9. Tetracampeonato para o Benfica e Festival da Canção para o Salvador
   Tudo no mesmo dia, e que festa! Apesar de ultimamente não acompanhar tão de perto a Liga Portuguesa, tento sempre manter-me a par do tópicos mais importantes e, como é óbvio, mais uma vitória do Benfica foi motivo de grande felicidade. 
   Além disso, o Salvador! Desde pequena que acompanho o Festival Eurovisão da Canção e era sempre com tristeza que encara as votações, sobretudo em anos em que os resultados não demonstravam a beleza das atuações portuguesas. Este ano isso não aconteceu. O Salvador Sobral, com a sua canção de contos de fadas e a sua voz doce, chegou e arrebatou os corações de toda a gente. Foi tão, mas tão bonito!

10. Publiquei um artigo científico
   Era um dos meus objetivos para 2017 e consegui cumpri-lo! Esta é uma vertente muito pobre no meu percurso académico, mas pelo menos não a deixei totalmente em branco. É sobre a PHDA e foi publicado no Verão!

11. Participei na organização de seminários
   Em dois, na verdade. Permitiu-me saber como é estar por trás da organização de eventos científicos e saber como tudo se processa, além de poder contactar com pessoas mais experientes nesta área e, por isso, adquirir também mais competências. Sem dúvida, foram momentos que adorei e que me enriqueceram.

12. Envolvi-me em novos projetos
   O voluntariado está muito presente na minha vida, algo que não é novidade para quem acompanha o blog há algum tempo. Neste ano envolvi-me em mais um e dei os primeiros passos noutro do qual já fazia parte. Com estas iniciativas posso estar em contacto com pessoas ou faixas etárias com as quais não teria oportunidade de estar em circunstâncias normais e isso traduz-se em enriquecimento pessoal e profissional, o melhor que podemos retirar destes projetos.

13. Iniciei o estágio
   O momento pelo qual mais esperava desde os primeiros tempos de faculdade e no local que sempre quis. Com altos e baixos pelo caminho, está é, definitivamente, a experiência mais desafiante pela qual já passei, não só enquanto futura psicóloga, mas sobretudo enquanto pessoa. 

14. Comecei a viver sozinha
   Foi uma decisão ponderada e, até agora, muito bem sucedida. Decidi viver mais próximo do meu local de estágio e da minha faculdade para poder estar sempre próxima de ambos e, assim, evitar tempo em deslocações e preocupações com a forma como as faria. Foi uma grande reviravolta mas não podia estar mais satisfeita com a decisão. Tornei-me mais produtiva a nível académico e agora sou uma verdadeira dona de casa, sobretudo à hora das refeições! Além disso, estou sempre próxima dos conhecidos e amigos que também estão na minha residência e conheci a melhor colega de casa que podia pedir, acho que são mais vantagens do que eu própria esperava.

15. Assumi novos cargos
   Tanto a nível do voluntariado como em outros meios. Há pouco tempo fui convidada para ser Coordenadora de Relações Humanas na Junior Empresa da qual faço parte e foi com enorme felicidade que aceitei. Não só é uma iniciativa à qual dedico muito do meu tempo e empenho, como tenho imenso carinho pelos valores que nela defendemos e pelas causas que apoiamos. Para mim, foi um reconhecimento da participação ativa que sempre tive e um reforço para que assim continue. 
   Além disso, pouco depois de me integrar na residência, fui convidada a fazer parte da Comissão de Residentes e isso é importante apenas por uma coisa: poder contactar com pessoas com mentes que não param e cujas ideias têm de ser postas em prática em prol do bem de todos.

16. Tirei o aparelho
   O momento mais aguardado e o mais festejado a cada dia que passa! Who let the teeths out? era tudo o que a minha cabeça cantarolava assim que saí do dentista. Sempre gostei imenso dos meus dentes, acho que têm um tamanho perfeito (e isto dito por alguém que dá enorme importância ao sorriso é um grande auto-elogio) e estava ansiosa por ver se iria continuar a gostar deles em versão alinhados e sem aparelho. E não é que gostei mesmo? Contentíssima, felicíssima! Se com ferrinhos já era um martírio em não sorrir, então imaginem agora!

17. Conduzi pela primeira vez
   Com imenso medo e muito pouca autoconfiança, passei no código à primeira. Depois chegou a parte mais assustadora: passar à prática, pegar num volante e manter-me afastada de obstáculos enquanto levo avante as indicações do meu instrutor. Assim, na primeira meia hora da primeira aula de condução, já ele estava a dizer-me: "Agora ligas o carro e soltas os pedais que o carro começa a andar." e a minha reação instintiva foi "Tem a certeza?" e, como ele respondeu afirmativamente, lá fui eu por essas estradas de Portugal. Não consigo dizer-vos o quanto gostei de o fazer, mas foi maravilhoso. Confesso que ainda não acertei a 100% com a geringonça mas, para as primeiras aulas e para quem nunca tinha pegado num carro, sinto-me cheia de vontade de ir às aulas e de conduzir. Honestamente, nunca pensei gostar tanto quanto estou a gostar.

   Para finalizar, fica aqui um desejo: que daqui a um ano eu faça uma nova retrospetiva do meu ano, numa versão "18 momentos em 2018".

You Might Also Like

11 comentários

  1. Dalila, se permites dizê-lo, 2017 foi mesmo o teu ano - e que bom que tenha sido assim! :)
    Quando me tiraram o aparelho, há cerca de quatro anos, tive a mesma reação que tu. Hahaha!
    Que 2018 seja tão bom ou ainda melhor que foi 2017, linda. ♥
    Beijinho grande. ♥

    Blogue:http://apenasfrancisca.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. Escrever os posts de retrospetiva de 2017 também me está a deixar nostálgica mas, sobretudo, muito orgulhosa :).
    Tenho que concordar com a Francisca, 2017 foi o teu ano, tu arrasaste! Fizeste mais do que muitos de nós, provavelmente, em 2 ou 3 anos.
    Adorava ter uma Canon, mas para já não vai dar. Um dia destes, quando tiver dinheiro suficiente para tal e este não tiver que ir para outras coisas.
    Vejo o Festival da Canção todos os anos mas, tal como tu, sempre com um pouco de tristeza, porque não estarmos a ter o devido destaque. Mas este ano foi arebatador e emocionante assistir. Ainda me lembro do entusiasmo que foi ver o Salvador Sobral receber 12 e mais 12.
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  3. 2017 foi mesmo o TEU ano! Que 2018 seja ainda melhor! :D

    amarcadamarta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  4. Ai, parece-me que tiveste um ano cheio e com tantas coisas boas! Espero que 2018 seja ainda melhor! :D
    E adoro a nossa sintonia, porque este também foi o ano em que comprei uma Canon... 700D!


    A Sofia World

    ResponderEliminar
  5. 2017 foi o teu ano! Que espetáculo ;)
    Parabéns :D e que 2018 seja ainda melhor!!

    TheNotSoGirlyGirl // Instagram // Facebook

    ResponderEliminar
  6. Tiveste um ano em cheio!! Tem de fazer a minha lista para o ano de 2018!
    Um beijinho grande**
    Vinte e Muitos

    ResponderEliminar
  7. Que ano em grande, moça! Muito crescimento, muita aprendizagem - faz parte! Que 2018 venha ainda mais cheio de coisas boas! <3

    Jiji

    ResponderEliminar
  8. 2017 parece ter sido um ano espetacular, que 2018 seja ainda melhor (:

    arrblogs.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. Dalila, parece ter sido o Sr. Ano! Fico mesmo feliz por ti, por estares a realizar os teus sonhos e objectivos. Isso é muito importante. Aproveito para te dar os parabéns pelo que tens alcançado, girl, estás mesmo num pico de sucesso e isso é óptimo. Que 2018 seja tão bom ou melhor 🌻

    ResponderEliminar
  10. Tenho alguns momentos de 2017 iguais aos teus e um deles é começar a conduzir, eu adoro fazê-lo porque é uma sensação de liberdade como nunca tinha sentido!! Espero que tenhas um ótimo 2018!!

    Beijinhos!!
    Black Rainbow / Instagram

    ResponderEliminar
  11. Tiveste um ano muito bom e fizeste coisas super interessantes, tanto a nível do blog como da universidade! Continua assim e tenho a certeza que 2018 será ainda melhor!

    Beijinhos,
    www.the-mjournal.com

    ResponderEliminar

Muito obrigado pela tua visita e comentário. Clica em "Notificar-me" para saberes a minha resposta.
Assim que possa irei ao teu blog retribuir o carinho. ♥