FEV#28COISAS | Para os Óscares

11:00

   Estamos a pouquíssimo tempo de assistir à maior gala da sétima e, apesar de (ainda) não ter visto os filmes todos, tenho os meus quês de coisas a dizer sobre os que vi. Era de estranhar se um post de domingo não trouxesse filmes, não era?


   Foram diversos os filmes que vi mas só vou dar maior ênfase aos que, de alguma forma, me marcaram. Vou deixar de parte o Silence (que, na minha perspetiva, tem tanto de grandioso como de aborrecido) que conta com a nomeação para melhor fotografia; o Doctor Strange, nomeado para melhores efeitos visuais; o Suicide Squad, nomeado para melhor caracterização; o Elle (que adorei e recomendo vivamente!), nomeado para melhor atriz; o Trolls (perfeito para um serão animado), nomeado para melhor canção original; e, por fim, o Fantastic Beasts and Where to Find Them, nomeado para melhor caracterização e melhor guarda-roupa. De todos estes, confesso que o de que gostei menos foi o primeiro. Além destes, gostei imenso do Jackie, onde Natalie Portman protagoniza a viúva de John Kennedy (nomeado para melhor atriz) e do Passengers que, apesar de se tratar de ficção científica, me surpreendeu bastante pela positiva.
   No entanto, todos eles são bons filmes e, por um aspeto ou outro, merecem fazer parte da cerimónia. Obviamente que o propósito deste post é falar-vos dos meus favoritos, que são quatro, portanto vamos a isso.

   | La La Land (IMDb: 8.5)
   Falei do filme aqui e não tenho muito a acrescentar. De toda a história, o que sobressai são os detalhes, os pormenores, a cumplicidade entre os atores, o guarda-roupa, a música, o ambiente mágico e o cariz tão real com que somos confrontados no final. Nomeado para catorze óscares (entre os quais melhor atriz, melhor ator, melhor filme, melhor realização e melhor banda sonora), este é o filme sensação que deixou todos perplexos e que, a mim, me acompanhou dias a fio com as suas músicas energéticas. Não vou apostar em nenhuma estatueta em especial, mas as expectativas são altas.

   | Manchester by the sea (IMDb: 8.0)
   Este é um filme que me comoveu do início ao fim. Penso que as opiniões associadas a ele são de extremos: ou se gosta muito, ou não se gosta nada. Trata-se de um filme muito cru que acompanha Lee (protagonizado por Casey Affleck), um homem solitário, triste e amargurado com a vida que fugiu para Boston. Contudo, teve de voltar a Manchester devido à morte do seu irmão e foi obrigado a permanecer na cidade para tomar conta do sobrinho. Lee é-nos, ao mesmo tempo, apresentado como uma pessoa feliz (num outro tempo) e antipático e com dificuldade em socializar no tempo presente. O que me prendeu ao ecrã e me fez ficar encantada com o personagem foi a tentativa de perceber o que o levou a tornar-se assim. Quando percebi o que realmente se passou, todo o filme fez sentido e a ligação com Lee tornou-se ainda mais estreita. 
   O filme está nomeado para seis óscares, entre os quais melhor filme e melhor ator (e eu estou a torcer por este último, desculpa Ryan!). 

   | Hidden Figures (IMDb: 7.9)
   Mais um filme que me apaixonou. Aqui é seguida a história de três amigas (Katherine, Dorothy e Mary) que trabalham na NASA na década de 60. O filme tem como pano de fundo a corrida espacial que se verificava na altura, mas o tema principal é o racismo, pois as três amigas são negras e lidam diariamente com preconceitos e machismos. Ainda assim, todas elas lutam pelos seus sonhos, procurando ultrapassar todos os obstáculos e dando-nos uma valente lição de vida. Este tornou-se, provavelmente, num dos meus filmes preferidos.
   Está nomeado para melhor filme, melhor atriz secundária e melhor argumento adaptado.

   | Lion (IMDb: 8.0)
   Parece redundante dizer mais uma vez algo extraordinariamente positivo acerca de mais um filme, mas é impossível não o fazer porque também este é dos meus favoritos. Para começar, passei todo o filme à espera de ver um leão (que não apareceu) para perceber o título do filme. Basicamente é-nos apresentada a história de Saroo que, ainda em pequeno, insiste e convence o irmão Guddu de que é suficientemente forte para ir com ele em busca de emprego. No entanto, ao chegarem à cidade, Saroo está exausto e pede a Guddu que o deixe a dormir num banco da estação. O irmão acede mas pede-lhe que ele não saia da estação e que espere pelo seu regresso. Claro que não é isso que acontece. Ao acordar, Saroo começa a sua busca pelo irmão que se torna impossível quando ele próprio mal consegue comunicar com as outras pessoas, não sabe ao certo o nome da sua cidade e não sabe o nome da mãe. Saroo tem as aventuras mais inesperadas e enfrenta as maiores adversidades e, ao longo de grande parte do filme, a minha vontade é dar-lhe abracinhos e dizer-lhe que vai ficar tudo bem. No entanto, eventualmente isso acaba mesmo por acontecer!
   Lion tem seis nomeações e eu espero mesmo que ganhe, pelo menos, a de melhor ator secundário pelo excelente papel desempenhado pelo Dev Patel.

   E vocês, já viram algum destes filmes? Qual o vosso favorito para a grande cerimónia?






• • •
Podes acompanhar-me também aqui:

You Might Also Like

3 comentários

  1. Tenho mesmo que ver todos os filmes nomeados mas não tem estado fácil arranjar tempo :/

    ResponderEliminar
  2. Infelizmente ainda não vi nenhum, mas os que mais quero ver é o La La Land e o Lion:-)
    Beijinhos querida

    O Planeta da Inês | New Post

    ResponderEliminar
  3. Vi todos menos o La la Land, e não consigo sequer escolher um preferido. Marcaram-me de formas muito diferentes, mas são filmes tão intensos...
    Adoro ver filmes!
    Beijinhos
    wallflowerbyines.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Muito obrigado pela tua visita e comentário. Clica em "Notificar-me" para saberes a minha resposta.
Assim que possa irei ao teu blog retribuir o carinho. ♥